Santiago Calatrava apresenta o Museu do Amanhã

O arquiteto espanhol Santiago Calatrava apresentou seu mais novo projeto: o Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro

Museu do Amanhã no Rio de Janeiro

O projeto do Museu do Amanhã foi apresentado pelo prestigiado arquiteto Santiago Calatrava

Um dos arquitetos mais prestigiados do mundo, o espanhol Santiago Calatrava, apresentou o projeto do Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro. Com o projeto assinado por ele, a construção faz parte do programa de revitalização da área portuária da capital carioca.

Calatrava Maquete

Calatrava apresentando a maquete do Museu do Amanhã. (Foto: Bernardo Tabak/G1)

O museu de mais de 12.500 m² será construído no Píer Mauá, zona leste do Rio, e terá uma exposição interativa com o foco na ciência e tecnologia que irão moldar o mundo daqui a 50 anos. Os visitantes poderão simular como as suas atitudes presentes irão impactar o planeta no futuro.

Museu do Amanhã Futuro

Uma previsão de como serão as exposições no Museu do Futuro.

O museu propõe um formato inovador ao quebrar com a tradição de viver no passado dos atuais museus de ciência e história natural. Com a exposição e a simulação, a imaginação de cada visitante irá transportá-los para o futuro de cada um, com base nas ações que cada pessoa toma no presente e como elas irão se refletir no futuro.

Museu do amanhã interior

O interior do Museu do Amanhã

O Museu do Amanhã pretende fornecer mais do que entretenimento. Através do foco em matérias e práticas sustentáveis, os organizadores do projeto (Luiz Alberto Oliveira, físico e doutor em cosmologia, e Leonel Kaz, professor de cultura brasileira) querem que o espaço suscite uma reflexão sobre como levamos o nosso dia-a-dia e as consequências não só de nossos hábitos, mas de nosso estilo de vida. Quatro áreas irão compor a exposição, no segundo andar: o “sempre” (que explica o universo cósmico e o pequeno mundo das partículas), o “ontem” (área responsável por explicar como a humanidade se desenvolveu até o presente momento), o “hoje” (que dará conta do período chamado de Antropoceno, quando a humanidade tornou-se uma força capaz de mudar ambientes e biomas) e finalmente o “amanhã”, que contará como será o nosso futuro.

Museu do Amanhã perspectiva

Previsão de um dos blocos da exposição do Museu.

E o Museu por si só já será uma atração incrível, como tudo que Santiago Calatrava projeta. Com previsão de construção em início de 2013 e entrega em 2014, a obra terá dois níveis interligados por rampas, um espelho d’água ao redor de toda a construção e um jardim de 5 hectares com flora nativa do Rio de Janeiro, com o intuito de mesclar o museu com a arquitetura portuária do Píer Mauá e arredores.

Museu do Amanhã Calatrava

A praça do Museu do Amanhã, segundo Santiago Calatrava.

Confira o vídeo abaixo, mostrando como o Museu do Amanhã será e como irá se integrar com a paisagem:

Prezando pela sustentabilidade, Calatrava frisou que o Museu do Amanhã será construído com materiais sustentáveis e reciclados. Além disso, a água da Baía de Guanabara será tratada por um sistema de filtragem e será usada para o resfriamento do prédio e nos espelhos d’água. Contudo, a maior marca verde do projeto é a captação de energia solar através de células fotovoltaicas instaladas em um teto móvel, que acompanha a movimentação do sol, extraindo o máximo possível de energia.

Museu do Amanhã

Vista aérea do Museu do Amanhã. O primeiro piso terá um anfiteatro com capacidade para mais de 400 pessoas e o segundo nível irá comportar a exposição

Museu do Amanhã Projeto

Projeto do Museu do Amanhã. Repare como o teto se modifica para acompanhar a posição do sol.

O arquiteto ainda propôs a derrubada do Elevado da Perimetral, um viaduto que passa pela região e que atrapalha a conexão do centro do Rio com a zona portuária, e a construção de uma praça adjacente ao Museu. Entretanto, a prefeitura do Rio de Janeiro declarou que a verba para a realização dessas duas propostas ainda não está disponível.

Santiago Calatrava

O arquiteto Santiago Calatrava é reconhecido internacionalmente como um dos grandes nomes da arquitetura contemporânea. (Foto: Suzanne DeChillo/The New York Times)

Museu do Amanhã Noturno

A perspectiva noturna do Museu do Amanhã

O que vocês acharam do Museu do Amanhã, de Santiago Calatrava? Gostariam de visitar?

P.S.: Para vocês verem como o Museu do Amanhã está em boas mãos, confiram uma seleção com quatro obras de Santiago Calatrava:

Santiago Calatrava

Obras de Santiago Calatrava.